Como deveriam ser as propagandas de transporte público

7 10 2012




Como funcionam os cruzamentos de ciclofaixas e ciclovias na Holanda

1 09 2012

Com cada vez mais cidades aumentando a malha cicloviária pelo Brasil, cresce também a necessidade de qualificação dessas obras. Ao contrário do que muitos governantes pensam, fazer uma ciclovia ou ciclofaixa não é simplesmente pintar uma via de tráfego ou calçada de vermelho. Detalhes aparentemente imperceptíveis para o leigo podem representar importantes ganhos em termos de segurança para ciclistas e tranquilidade para motoristas, minimizando conflitos e acidentes. A Holanda, país que é referência no uso da bicicleta como meio de transporte, amadureceu muito o planejamento de infra-estrutura cicloviária.

Aprender com os holandeses é fundamental para qualquer gestor que leve a sério a bicicleta como meio de transporte.





Olha só a empolgação desse guri!

7 08 2012

Garoto aprende a andar de bicicleta e faz discurso motivacional, empolgadíssimo!





Redes sociais como forma de ativismo político #BlogProgRS

6 08 2012

No último sábado (4/8), este blogueiro participou do painel “Redes sociais como forma de ativismo político”, durante o 2º Encontro de Blogueiros do RS, realizado no espaço NósCoworking, em Porto Alegre, juntamente com a Rute Favero (do blog ONG da Rute) e o Ney Hugo (Fora do Eixo). Abaixo, o vídeo.

No site oficial do evento (blogprogrs.com.br) estão os vídeos com todos os debates do evento.





Vídeo timelapse da construção do velódromo de Londres 2012

27 07 2012

Hoje é a abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Londres/2012!

Veja abaixo a construção do velódromo olímpico em timelapse.

(Vídeo publicado no blog pedalevivaemequilibrio.wordpress.com)





A evolução dos transportes

19 07 2012

“Combater engarrafamentos abrindo espaço para carros é como combater a obesidade afrouxando o cinto” (Autor desconhecido)





O fim dos subúrbios

20 06 2012

A extrema dependência que os Estados Unidos desenvolveram em relação ao automóvel tem uma forte simbiose com o urbanismo baseado em cidades onde predominam vias expressas urbanas, comércio do tipo drive-in e “big box” (hipermercados e shopping centers) e, evidentemente, os subúrbios.

A crise de 2008, embora tenha sido causada pela desregulamentação do mercado financeiro, teve o mercado imobiliário como estopim. As casas pasteurizadas dos subúrbios —apelidadas de McMansões— passaram a ser ofertadas a preço de banana, e mesmo assim encalhavam dia após dia, vazias e abandonadas, evidenciando que a crise traria mudanças profundas no “american way of life”.

Lançado cinco anos antes, o documentário The end of suburbia é um anúncio de que o modelo de subúrbio carro-dependente estava em decadência já naquela época, baseado no fato de que o preço do petróleo aumentaria cada vez mais.








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 214 outros seguidores